sexta-feira, 28 de agosto de 2009

asshole.

O pai de um amigão meu morreu ontem. Putz, fiquei realmente triste, já perdi meu pai também. E aí vêm todos aqueles pensamentos do tipo “como a vida é efêmera”, blablabla whiskas sachê. Não aguentei esperar até 18h, saí do trabalho na hora do almoço e fui vê-lo.

A merda é que eu saí na quarta. Eu saí e voltei de madrugada – algumas pessoas do trabalho sabiam. E então que hoje geral vem me falar que teve gente que achou o cúmulo, como assim ela sai e enche a cara durante a semana e depois tem que ir embora porque não consegue trabalhar?.

Não consegue trabalhar my ass, brother. Adora ficar puto por isso ou por aquilo sem saber o que acontece, mas de se importar comigo e com porque raios eu saí correndo e chorando cê tá de boas, né?

2 comentários:

Fernanda disse...

aproveitem e cheirem o meu também, oras.


dê um abraço meu no seu amigo.

beijo.

Cristal - a louca. disse...

Aproveitem e cheirem o meu também, só pra pegar a marola da de cima aê.

Porra, ninguém entende ninguém no mundo, mas se o resultado (no trabs) tá garantido... foda-se o resto!!!!

Beijundas ^^

("melhoras" pra seu amigo, caso queiram uma companhia para beber, falaê)