sábado, 20 de junho de 2009

pra quem merece

Cara, acho que felicidade tem estágios.

Essa semana fiquei feliz, muito feliz, ao encontrar no msn o nick de Red: "Acabou! Fim! E com nota 10!!!".
Eu fiquei eufórica ao ler isso, ela se empenhou muito nesse tcc e mereceu um 11. (juro, 10 foi pouco pro que essa menina perdeu de cabelos. e ela perdeu mesmo.)
E aqui vou deixar pra lá todas as dificuldades que essa conclusão significa pra ela, pq não é o foco.

Aí fui parabenizá-la, néam? E ela veio me dizer que foi elogiada pela banca porque foi o único trabalho que não tinha um errinho sequer de português e/ou digitação. Véi, só eu sei como eu mifudi pra revisar essa tese e pôr nas normas da abnt. (com todo o carinho do mundo, que fique claro.)
Abstraí o fato de ela ter tirado 10, ter terminado um curso de cinco anos e ser agora de fato uma psicóloga e me concentrei apenas em mim, no meu trabalho, no elogio ao que eu fiz.

E agora chorei. Chorei escrevendo esse texto. Feliz. Porque o meu trabalho não era o importante. Ela era. A defesa era. A dificuldade era. O empenho era. A graduação é. A realização é. O passo sem tropeçar é.

Parabéns, amada.
E agora bora cuidar dessa cabeleira laranja.

(soundtrack: Beatles – Love You To)

2 comentários:

honey disse...

Cada uma elogiada na sua competência,
ora!!!
Ah se os revisores soubessem da real
importância de seu trabalho em qualquer
produção, seja científica ou de
qualquer outra natureza...

Red disse...

Uh! Só pude ler agora...

Me emocionei...
Obrigada por tudo...!!

E bora restaurar os cabelos! rs