sexta-feira, 5 de junho de 2009

métier

O que em outras circunstâncias seria uma noite de insônia e choro transformou-se na noite mais bem dormida em meses.
Aliviada, serena. E agradecida.

E, a despeito dos sonhos esquisitos, tive um sonho erótico. Um sonho erótico com o diretor de arte que trabalha justamente atrás de mim. Bom sonho, bom sonho.

Agora fico olhando pro rapaz com pensamentos perniciosos e uma vontade incontrolável de fazer tudo de verdade.

Indiscutivelmente: falta de sexo nos deixa doentes. Da cabeça.


(soundtrack: Cássia Eller - Rubens)

2 comentários:

honey disse...

Mais um texto fantástico!!!
Bem escrito, flui gostosamente, diz a que veio, sem palavras a mais e nem de menos... tudo na medida!
E, além disso tudo, mexe com nossas fantasias...as despertadas pelo próprio texto... Bom demais!!!

Leila disse...

Obrigada, Honey! Comentários são sempre incentivo para a moçoila que ainda tem muito o que aprender...