quinta-feira, 28 de maio de 2009

a cereja do bolo

Passaram a mão na minha bunda. Não, melhor: apalparam a minha bunda. Com vontade. Uma mão cheia.

Avenida Paulista, onze da noite, eu exausta voltando da pós. Apertaram a minha bunda.

Só pode ser piada.

3 comentários:

esqueci..... disse...

Adorei a composição do texto com o título que você deu... Tentando captar alguma coisa, ao mesmo tempo que rio muito aqui, sózinha, mais de 3 horas da madrugada...
De qualquer forma, adorei o texto, curto e direto no que veio para dizer. E adorei o título....kkkk
--
caramba, não sei o adiantado da hora e o cansaço da semana, eu esqueci minha identidade (rs)... Hum... acho que você saberá, eu fui uma das primeiras, ou a primeira, a comentar aqui no seu blogue.

honey disse...

a esquecida foi lá num de seus primeiros textos recuperar a identidade....rs pronto! eu mesma,
honey

Leila disse...

Honey Honey, querida!

Estava sentindo sua falta por aqui...

E ria, ria mesmo, que isso faz bem.

Um beijo de saudade.